Um homem de 33 anos foi encontrado morto e sem roupas dentro da república em que morava no bairro Carlos Prates, região Noroeste de Belo Horizonte, na madrugada desta terça-feira (10). A principal suspeita é que ele tenha sido estrangulado no quarto. 

Segundo informações da Polícia Militar, um morador da república informou que ouviu "sons de gemidos sexuais" durante a noite vindos do quarto da vítima. Passado algum tempo, ele ouviu um barulho de portão batendo e reparou que a porta de entrada da república estava destrancada, o que não era comum. Além disso, a luz do quarto da vítima estava acesa, mesmo já sendo madrugada. 

Ele chamou o proprietário da república e outros moradores, que bateram na porta do quarto do homem, sem sucesso. Ao olharem pela janela, viram o corpo dele parcialmente caído no chão, ao lado da cama. A PM e o Samu foram chamados e o óbito foi constatado por volta das 2h. 

Vizinhos relataram que não conheciam muito bem a vítima, que morava há cerca de um mês no local. Também informaram que o homem era homossexual e costumava se vestir com roupas femininas.  

Análise preliminar dá conta de que ele foi morto por asfixia, mas o corpo ainda vai passar por exames no IML para o laudo definitivo. A vítima não tinha antecedentes criminais. A Polícia Civil informou que já iniciou as investigações para apurar a autoria e a motivação do crime.   

Leia mais:
STJD tem até 60 dias para denunciar o Vasco por canto homofóbico de torcida; assista ao vídeo
Engenheiro será indenizado por publicação de montagem homofóbica em grupos do Orkut