Um homem de 40 anos foi espancado por vizinhos e teve a mão decepada, após queimar, com óleo quente, a esposa e o filho de dois anos, na tarde deste domingo (7). O crime aconteceu na Vila Bispo de Maura, no bairro Nova Pampulha, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
 
Segundo o soldado Eliphas Sellera, do 40º Batalhão da Polícia Militar, a guarnição foi chamada para atender uma briga de um casal no endereço. Mas ao chegar ao local, nenhum dos envolvidos estavam lá. Então, os militares se dirigiram até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Justinópolis, onde encontraram quatro pessoas feridas na ocorrência.
 
Segundo testemunhas, José dos Santos Rodrigues, de 40 anos, chegou embriagado em casa, na rua Rua União, 451. A esposa, Daniela Morato da Silva, de 33 anos, preparava o jantar para o filho do casal, de 2 anos. Por motivos ainda desconhecidos, o casal começou a brigar. José pegou uma panela com óleo fervendo e jogou nas costas da esposa. O líquido ainda respingou na criança.
 
Ao ver a confusão, um vizinho, identificado apenas como Adriano, tentou intervir na confusão e acabou sofrendo um corte de dez centímetros no maxilar, com um golpe de uma garrafa quebrada aplicado por José.
 
Outros moradores da comunidade interviram e começaram a espancar José. Ele teve a mão direita decepada e ficou inconsciente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e resgatou o casal e a criança até a UPA. O vizinho Adriano foi socorrido depois por populares.
 
Devido aos ferimentos, José foi levado para o Hospital de Pronto Socorro (HPS) João XXIII, em BH, onde passava, até a noite deste domingo, por cirurgia. A esposa Daniela também foi levada para a unidade de saúde, em função das queimaduras de 3º grau, em 50% do corpo. Não há informações sobre o estado de saúde de ambos. O filho do casal não se feriu com gravidade.
 
Segundo vizinhos, o casal tinha históricos de brigas. Uma equipe da PM está no HPS João XIII, para aguardar a alta de José, para levá-lo para a 10ª Delegacia Seccional da Polícia Civil, em Justinópolis, onde a ocorrência será encerrada.