A Polícia Militar procura por quatro homens suspeitos de executar um paciente no Hospital Risoleta Tolentino Neves, na Vila Cloris, região Norte de Belo Horizonte. O crime ocorreu na madrugada deste sábado (1º). Internado desde o último dia 27, Jackson Douglas Santos Ferreira, de 29 anos, levou oito tiros - sete deles na cabeça.

Segundo informações da PM, os homens teriam invadido a unidade hospitalar por volta das 2h. Dois ficaram na portaria e os outros foram direto ao quarto andar, onde estava Jackson. A motivação, conforme funcionários do hospital relataram à polícia, seria uma rixa de outro crime.

Não há informações se Jackson já tinha passagem pela polícia. Porém, ele estava internado justamente por ter sido vítima de outra tentativa de homicídio e levado um tiro. A ocorrência foi encaminhada para a Central de Flagrantes.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, existe uma empresa de segurança contratada, mas os funcionários foram rendidos. Além disso, nenhum deles trabalha armado.

Conforme o órgão, a instituição está prestando toda a assistência necessária à família da vítima. Imagens do circuito de segurança já foram repassadas à polícia. A direção da unidade de saúde pretende se reunir com a PM, na próxima semana, para solicitar reforço na segurança.