Um homem está sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais por comercializar e aplicar uma suposta vacina contra a Covid-19 em Barão de Cocais, na região Central do Estado. Ele foi detido nesta sexta-feira (12) pela corporação. O suspeito foi ouvido e liberado até a conclusão do procedimento.

De acordo com a Polícia Civil, o homem portava uma caixa de isopor com seringas e um frasco contendo o material no momento da abordagem. O líquido, a princípio, não se trata da vacina contra a doença.

A corporação chegou ao investigado após receber informações de que o homem estaria aplicando os supostos imunizantes de forma clandestina, sem observância dos procedimentos sanitários previstos pelo Plano Nacional de Vacinação.

O material recolhido com o suspeito passará por perícia e as investigações continuam para conclusão do inquérito policial.

Leia mais:
Funcionário de empresa de aço morre após explosão em Contagem
Fiocruz identifica variante do coronavírus em mais cinco estados
Conselho Municipal de Saúde pede esclarecimentos à PBH sobre vacinação de idosos com 89 anos ou mais