Um homem de 28 anos foi morto a tiros, dentro da própria casa, no bairro Piratininga, em Venda Nova, na noite desta terça-feira (8). O cunhado dele, de 29, que seria o alvo dos atiradores, também foi baleado, mas foi socorrido com vida ao Hospital Risoleta Neves. 

De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência se deu por volta de 21h40. A irmã do homem que acabou morto, e também esposa do que foi socorrido ao hospital, informou aos policiais que ela, o irmão, o marido e três crianças da família estavam na sala do imóvel. Em determinado momento o marido da mulher foi abrir a porta para amenizar o calor. 

Entretanto, ele se deparou com dois homens, armados, no terreiro da residência. Os homens atiraram contra o dono da casa que fugiu junto com o cunhado para os fundos da casa. Ainda conforme relato da mulher aos policiais, o marido dela conseguiu pular o muro da casa e fugir. 

O irmão dela, no entanto, foi baleado na cabeça e na região lombar. Médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram à casa e constataram o óbito do homem. O cunhado, que conseguiu pular o muro, foi localizado pelos policiais e encaminhado ao Hospital Risoleta Neves. Ele foi baleado na perna direita e o estado de saúde é estável, segundo a corporação. 

Cápsulas de calibre nove milímetros foram recolhidas na casa. Segundo a Polícia Militar, o homem que acabou morrendo não era o alvo principal dos atiradores, mas sim o cunhado, que já foi preso por homicídio e tráfico de drogas. 

Os atiradores não foram reconhecidos pela família. A mulher informou aos policiais, apenas, que a dupla fugiu em um Gol vermelho. O carro foi abandonado e localizado minutos depois, próximo ao imóvel. Segundo a PM, os atiradores fugiram em um HB20 prata, que pertence a uma locadora de veículos e ainda não foram localizados. As causas do crime serão investigadas pela Polícia Civil.