Um homem de 53 anos foi preso na quarta-feira (22) após arrastar uma cadelinha vira-lata no reboque de uma caminhonete, no bairro Industrial, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, após denúncia de maus-tratos, os agentes encontraram o animal com populares, que o resgataram. A cadela, que atende pelo nome de Bia, apresentava sangramento nas patas e sinais de esgotamento, como sede e incapacidade de se manter de pé.

O dono do animal disse à polícia que levava ele para cruzar e, como não havia espaço dentro do veículo, optou por amarrá-lo no reboque. Testemunhas afirmaram que a cadela foi arrastada por cerca de 300 metros, até o motorista ser parado. 

Uma pessoa se identificou como participante de uma ONG de defesa dos animais e se responsabilizou pelos cuidados de Bia, que foi encaminhada para uma clínica veterinária.

O homem de 53 anos foi levado pelos militares para a delegacia de plantão em Contagem. Pela denúncia de maus-tratos, o suspeito foi autuado na lei Sansão, que protege cães e gatos, e, se condenado, pode pegar de 2 a 5 anos de prisão. 

Leia também:
Minas registra mais 9,5 mil casos de Covid em 24h, maior número de infeções dos últimos 3 meses
Das 425 multas aplicadas pelo não uso de máscara em BH, só 32 foram pagas
Secretário de Saúde detalha atual cenário da pandemia de Covid-19 e avanço da vacinação em Minas