Um homem de 60 anos foi preso suspeito de atirar contra um motorista de um aplicativo de corridas na madrugada deste sábado, no bairro Tupi, na região Norte de Belo horizonte. Os disparos não atingiram o motorista, que fugiu e acionou a polícia. 

De acordo com militares do 16º batalhão da Polícia Militar, duas mulheres e um adolescente solicitaram uma corrida do bairro da Graça até o bairro Tupi, durante a madrugada. Ao chegarem ao local, os passageiros se desentenderam com o motorista em relação ao pagamento da corrida. Em seguida, o homem de 60 anos, pai de uma das passageiras, saiu de casa e atirou três vezes contra o carro.

Uber motorista assaltado

Motorista de aplicativo teve carro alvejado três vezes após desentendimento sobre pagamento de corrida

Os policiais fizeram buscas no local e obtiveram a informação de que o homem teria fugido para Sabará, na região metropolitana de BH. 

Ao chegarem lá, no início da tarde, eles o localizaram na região de Santo Antônio de Roça Nova. O homem foi preso junto com a filha, de 35 anos, e o adolescente foi detido. A terceira passageira não foi identificada, mas o  motoristas não prestou queixa contra ela, indicando que ela possivelmente não tenha participado da ação que culminou nos disparos.

Apesar de confessar ter atirado, o homem negou ter uma arma, que ainda não foi localizada pelos policiais.

3 funcionárias de Felipe Titto são agredidas por motorista de aplicativo
Uber permitirá gravação de áudio durante viagem
PM prende dois suspeitos de participar de assalto a médica no Belvedere