Um pedreiro que havia perdido uma carteira com R$ 1.170 e documentos pessoais no Centro de Belo Horizonte foi surprendido, no último sábado (15), com a devolução dos itens por um homem que os encontrou na rua. A boa ação foi apoiada pela Guarda Municipal da metrópole.

De acordo com os agentes, um transeunte, que não quis se identificar, localizou o dinheiro na avenida Santos Dumont, na esquina com São Paulo, e procurou a corporação para localizar o proprietário dos bens. Como não havia nenhum telefone para contato na carteira, o cidadão honesto entregou o material aos agentes, alegando que estava atrasado para um compromisso.

A Guarda, então, iniciou uma busca nas redes sociais pelo nome do proprietário dos itens. Por sorte, havia um número de telefone na internet e os servidores conseguiram marcar um encontro com o sortudo, o pedreiro Stênio da Silva, de 42 anos.

carteira

Além de dinheiro, carteira continha documentos do trabalhador

"Me ligaram falando que haviam achado minha carteira. Fiquei muito feliz. Não só pelo dinheiro, como também pelos documentos", contou o trabalhador. Segundo ele, os R$ 1.170 eram a soma de duas semanas de trabalho e seriam usados para comprar um celular novo.

"Só percebi que havia perdido quando cheguei na loja. Não estava contando mais com esse dinheiro. Então, decidi que vou guardá-lo mais e não vou comprar o celular", disse.

Leia mais:
Padrasto e mãe são indiciados por tentativa de homicídio a menina de 2 anos em Betim, na Grande BH
Biblioteca Central da UFMG retoma agendamento de empréstimo e devolução de livros

INPI acelera análise de pedidos de patentes para produtos de Covid-19