Confessou ter ingerido vodca e cerveja o motorista de 37 anos que causou um acidente que deixou três pessoas mortas e uma ferida, na tarde de sábado (23), na BR-459, na altura de Pouso Alegre, no Sul de Minas. Na batida, além da passageira do carro do motorista embriagado, de 33 anos, também morreram um garoto de 10 anos e o seu pai, de 47, que estavam no veículo atingido de frente pelo suspeito. 

Além do motorista embriagado, que sofreu apenas ferimentos leves e não foi socorrido, um passageiro de 33 anos que estava no carro dele ficou gravemente ferido e foi levado para o Hospital Samuel Libanio. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu na altura do km 90 da rodovia, entre Congonhal e Pouso Alegre, por volta das 17h. O Hyundai Tucson do suspeito invadiu a contramão e atingiu com tudo o Volkswagen Gol que seguia no sentido contrário. 

Após o motorista embriagado ser submetido ao teste do bafômetro, foi constatado 0,81 mg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. Aos policiais, ele confessou ter consumido as duas bebidas alcoólicas em um local no perímetro urbano de Congonhal, antes de assumir o volante. 

Diante da confissão e do teste de etilômetro, o homem foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil (PC) de Pouso Alegre, onde permaneceu detido sem o direito a fiança. 

Ainda de acordo com a PRF, a rodovia chegou a ficar interditada completamente para o socorro às vítimas e desencarceramento dos corpos pelo Corpo de Bombeiros, bem como para o trabalho da perícia da PC. A pista só foi completamente liberada às 21h40 de sábado.

Leia mais:
Acidente com ônibus de turismo na BR-381 deixa 22 feridos; 9 vão para hospital
Tombamento de carreta em Juiz de Fora deixa uma pessoa morta e outra ferida
Mais de 50% dos motociclistas de Belo Horizonte já sofreram acidente de trânsito