Um homem de 51 anos foi preso por suspeita de ter matado e decapitado o namorado da ex-companheira, em março deste ano, na ocupação Vitória, na região Norte de Belo Horizonte. O crime, que teria  motivação passional, foi testemunhado pelo ex-enteado do investigado, um menino de 12 anos.

De acordo com a Polícia Civil, o homem também seria responsável pelas ligações clandestinas de energia elétrica na comunidade e deve responder por fraude. Por ter esse papel no local, o suspeito, ainda conforme as apurações, era protegido pelos traficantes que atuam na área. Ao ser preso, ele estaria em posse de um facão que teria sido usado no assassinato. 

Segundo os investigadores, o suspeito teve um relacionamento com a mulher por três meses no ano passado e ficou incomodado ao vê-la com outro namorado. A vítima teria se mudado para a casa dela apenas 13 dias antes do crime.

Policiais informaram ainda que, mesmo após o fim do relacionamento, o investigado continuava a frequentar a casa da ex sob o pretexto de que precisava de ajuda para regular a dosagem de um remédio, o qual fazia uso de forma contínua. Quando o novo namorado exigiu que a mulher cortasse relações com o ex, este ficou muito nervoso e matou o rival, usando uma espingarda e um facão.

Leia Mais:
Cuidado ao usar álcool em gel: criança teve córnea queimada ao manipular o produto
Polícia apreende 1,8 tonelada de maconha em caminhão, próximo a Diamantina
Suspeito de esquartejar a mãe, homem preso em BH teria ido ao psiquiatra um dia depois do crime