Um homem de 27 anos é procurado pela polícia suspeito de assasinar a mulher, uma jovem de 19 anos, com mais de 20 facadas durante a madrugada deste domingo (25), no bairro Colorado, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o relato do suspeito para a avó, o feminicídio foi cometido após ele descobrir uma traição da vítima. 

A Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 3h30 pelos familiares do homem, que contaram que ele chegou na casa dela, no bairro Novo Glória, na região Noroeste da capital, tremendo e chorando. Lá ele confessou ter assassinado a companheira após uma briga. Em seguida, o suspeito pediu R$ 50 para a idosa e fugiu, usando um aplicativo de transporte de passageiros. Ela não soube dizer para onde o neto foi. 

Em seguida a avó dele indicou aos policiais então o endereço da casa onde o crime teria ocorrido, na rua K. Quando a corporação chegou ao local, os militares entraram na residência e, por uma janela, conseguiram avistar uma mulher, toda ensanguentada, deitada sobre um colchão que estava no chão do cômodo. 

A porta da casa foi arrombada e, após a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a morte foi confirmada. A perícia da Polícia Civil (PC) fez os levantamentos iniciais, constatando que a vítima foi atingida por cerca de 25 facadas, sendo seis na parte frontal do peito e clavícula, onze nas costas, sete no braço direito e uma na orelha direita. 

A faca usada no crime foi localizada na pia da cozinha e acabou apreendida. Também foram recolhidos o telefone da mulher e R$ 150 em dinheiro. 

Traição

Ainda segundo o relato da avó do suspeito, ele disse ter cometido o crime após descobrir que a mulher o traía com um farmacêutico. Ele teria descoberto a relação extraconjugal após ver algumas mensagens no aplicativo WhatsApp da vítima, que tinha dois filhos de 1 e 3 anos com o suspeito. 

Os familiares disseram que o homem não demonstrou arrependimento pelo crime, a princípio. Até o início da tarde deste domingo ele seguia sendo procurado pela polícia. O caso será investigado pela PC. 

Leia mais:
Feminicídio: polícia prende suspeito de matar a ex-namorada em Venda Nova
Em 3ª tentativa de feminicídio, homem ateia fogo no colchão onde ex-esposa dormia no Santa Lúcia
Jovem de 19 anos é morta a facadas pelo ex, que não aceitava o fim do relacionamento
A cada dez dias, quatro mulheres são vítimas de feminicídio em Minas