Uma mulher de 50 anos foi assassinada na noite dessa sexta-feira (10) em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, pelo próprio cunhado. Após o crime, o homem de 52 anos, fugiu e não foi mais localizado. 

Segundo a Polícia Militar, o filho da vítima contou que ela e o marido, de 38 anos, estavam discutindo momentos antes do homicídio porque a mulher queria sair para uma cidade vizinha e o homem não aceitava. Ela acabou dizendo que se ele não deixasse, iria matá-lo. O cunhado dela, irmão do homem, que é vizinho do casal, ouviu a discussão e disse que se a mulher matasse o irmão, ele também iria matá-la. 

Após isso a mulher teria respondido que ele não tinha coragem. O suspeito, então, pegou uma arma, pulou o muro e invadiu a casa do casal, atirando três vezes contra a mulher, a atingindo no rosto, mão e axila. O marido ainda tentou defendê-la, mas acabou sendo agredido com uma coronhada no rosto pelo irmão. A mulher morreu no local e o suspeito fugiu. 

A polícia fez um rastreamento no local, inclusive, com a ajuda do helicóptero da corporação, mas até este sábado (11), ele ainda não havia sido localizado. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Plantão de Ribeirão das Neves. 

Leia mais:

Duplo feminicídio: jovem mata ex e sogra a facadas na frente de criança de 2 anos
Homem é preso após esfaquear a companheira e sair dizendo que voltaria para 'terminar o serviço'
Suspeito de matar mulher e colocar corpo em geladeira é preso em João Monlevade