O homem de 46 anos que é apontado como o principal suspeito de cometer um triplo homicídio em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está sendo procurado pelas polícias Militar e Civil. 

Conforme testemunhas, ele teria invadido uma casa e matado a companheira, de 35 anos, a filha dela, que tem apenas 13 anos, e o namorado da adolescente, de 19 anos. As execuções foram presenciadas por duas crianças, de 7 e 9 anos, que são filhos da vítima.

O crime aconteceu na noite de domingo (21), na rua São Tomás de Aquino, no bairro Parque das Cachoeiras. Testemunhas contaram à Polícia Militar que o homem disparou contra a mulher e em direção à filha dela, de 7 anos. Porém, o revólver falhou e não atingiu a menina. Em seguida, o suspeito atirou em direção à adolescente e ao namorado dela. Os dois foram localizados caídos em frente à residência. Ela ainda estava com vida, quando foi encontrada pelos militares, e chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Brumadinho, mas não resistiu aos ferimentos.

Depois do triplo homicídio, o suspeito fugiu em um Gol branco. A PM fez rastreamento na região, mas não localizou o homem. A perícia da Polícia Civil também foi acionada e constatou que a mulher foi atingida no rosto, pescoço e braço. A adolescente foi alvejada no pescoço e o namorado dela nas costas, nuca, peito e braço. 

Os corpos foram removidos para o Instituto Médico-Legal (IML). A ocorrência foi registrada na 5ª Delegacia de Plantão de Brumadinho e o caso será investigado pela Polícia Civil.