A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na sexta-feira (20), um homem que portava um fuzil, durante abordagem de rotina na rodovia BR-381. Neste domingo (22), a Polícia Civil de São Paulo confirmou que o detido é um perigoso foragido da Justiça e integrante de uma quadrilha que atacou uma empresa de valores, em Ribeirão Preto, em 2016.

Considerado como um os arquitetos da ação que resultou no roubo de R$ 51,2 milhões, o foragido de 34 anos e tinha sido condenado a 123 anos de prisão. No ataque, um morador de rua, feito de escudo humano, e um policial rodoviário morreram.

O assalto cinematográfico, em 5 de julho de 2016, contou com a participação cerca de 20 integrantes. A quadrilha bloqueou ruas com carros, espalhou pregos para furar pneus das viaturas policiais e utilizarou uma grande carga de explosivos para invadir a empresa de valores.

De acordo com a PRF, além do fuzil, o suspeito portava cerca de R$ 14 mil, além de munição de pistola. Ele ainda está detido em Minas Gerais.