O empresário autônomo Leonardo Picciocchi, de 30 anos, que tomou conta das redes no início desta semana ao pedir ajuda para encontrar uma mulher para quem tinha arremessado seu celular durante um flerte no trânsito, recebeu na tarde desta segunda-feira (7) seu aparelho de volta. Ao Hoje em Dia, o homem contou que a mulher estava aguardando seu contato para devolver o aparelho.

Picciocchi contou que voltava de uma festa no condomínio Alphaville, em Nova Lima, quando, dentro de um táxi, na avenida Barão Homem de Melo, por volta das 10h30 do último domingo (6), se deparou com duas mulheres que estavam em um outro carro. Segundo o jovem, os veículos ficaram lado a lado, em movimento, e eles começaram a trocar olhares. Foi então que Picciocchi pediu o telefone de uma das garotas, chamada Patrícia. 

O fato inusitado aconteceu quando, percebendo estar o telefone sem bateria, e vendo que os carros se afastavam aos poucos, o rapaz jogou o aparelho pela janela do carro das garotas. Segundo Picciocchi, no momento, a ideia era deixar o celular com as mulheres para que, no dia seguinte, na esperança de terem elas carregado o aparelho, ligar para o seu número e conseguir falar com Patrícia. 

No dia seguinte, desesperado, Picciocchi, vendo que seu celular não atendia suas ligações, fez um post no Facebook pedindo que o ajudassem a encontrar a garota para que ela devolvesse o aparelho, da marca iPhone.

Na tarde desta segunda-feira (7), um amigo de Picciocchi, vendo a movimentação da história nas redes, tentou insistentemente falar no número do rapaz. Segundo o homem, em determinado momento, uma moça atendeu o celular dizendo ser amiga de Patrícia. Ela informou que a amiga havia viajado, mas que tinha deixado o aparelho com ela na esperança de que conseguisse falar com o "louco do trânsito".

O empresário informou que pegou o telefone da amiga de Patrícia e que, agora com o aparelho em mãos, vai tentar falar com a própria Patrícia. Questionado se tem a intenção de dar prosseguimento a paquera, Picciocchi disse que vai tentar falar com a garota. "Eu vou pedir o número dela, claro. Agora a gente tem que ver no que isso tudo vai dar, né? Eu quero muito falar com ela", contou.

Até a tarde desta segunda-feira (7), o post de Picciocchi, feito na manhã do mesmo dia, já contava mais de 3 mil curtidas e cerca de 600 compartilhamentos.

*Colaborou Mariana Nogueira

Leia mais:
Jovem faz apelo para recuperar celular jogado durante paquera no trânsito
Venda de animais no Mercado Central de BH é proibida pela Justiça
Onda de violência deixa 8 mortos e 4 feridos na fronteira com o Paraguai