O acusado de matar a tiros e atropelar um homem de 34 anos no bairro Califórnia, na região Noroeste de BH, foi condenado a 19 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado nesta terça-feira (16). O crime aconteceu em agosto de 2020.

O homem condenado tem 25 anos e confessou a autoria do assassinato. Ele disse ter confundido as marchas do carro e, por isso, deu ré e atropelou a vítima que já tinha sido baleada e estava caída no chão.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o réu afirmou que o crime foi motivado por uma dívida com traficantes da região.

A sentença foi proferida pelo juiz Ricardo Sávio de Oliveira e leva em conta a violência do crime para negar ao condenado a possibilidade de recorrer do julgamento em liberdade. 

O réu foi absolvido do crime de corrupção de menores, pelo qual foi julgado pela participação da namorada, de 16 anos, na ocasião.

Entenda o caso
No dia 8 de agosto de 2020, por volta das 5h, câmeras de vigilância no bairro Califórnia flagraram o réu e a namorada estacionando um carro na rua e, em seguida, tirando uma pessoa do porta-malas do veículo.

O vídeo mostra que a vítima foi jogada ao chão e baleada em seguida. Os suspeitos, então, retornaram ao veículo e passaram por cima do rapaz.

Leia mais:
Imagem de santa é devolvida 27 anos após ser roubada em Minas
Feriado da Proclamação da República em MG fecha com sete mortes e mais de 80 acidentes em estradas