O corpo de um homem, que estava desaparecida há seis dias, foi encontrado dentro de uma represa em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, no domingo (25). A vítima participava de uma pescaria no dia 19 deste mês, quando sumiu. De acordo com a Polícia Militar (PM), na ocasião, dois homens estavam com a vítima. Ambos foram detidos por supostamente participarem da morte.

Segundo a PM, militares foram até a residência de um homem, localizada às margens da BR-452, altura do quilômetro 156, na Zona Rural da cidade, onde este teria sido a última pessoa a estar com Leonídio Francisco Cristino, de 64 anos, que havia desaparecido. No local, o homem falou aos policiais que após pescar com Leonídio, nunca mais havia o visto. Porém, os militares viram um corpo boiando na "represa de Miranda", a 100 metros da casa do suspeito.

Os policais foram ao local e constataram que se tratava de Leonídio. O corpo já estava em estado avançado de decomposição. Questionado sobre o fato, o suspeito disse que um terceiro homem também participou da pescaria e que, este jogou Leonídio na represa, após eles discutirem. Como a vítima estava embriagada, ela não conseguiu nadar e acabou morrendo. Os policiais foram atrás deste suspeito e, os dois envolvidos foram encaminhados à delegacia. O corpo de Leonídio foi retirado do local pelo Corpo de Bombeiros e, depois foi encaminhado por policiais civis para o Instituto Médico-Legal (IML).