Um homem de 25 anos procurou a Polícia Militar, na noite de quinta-feira (4), para confessar que havia assassinado a esposa. Aos militares, ele disse que enforcou a mulher até ela perder os sentidos. O crime aconteceu em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O suspeito contou que retornou para casa após assistir ao jogo entre Cruzeiro e Boca Juniors em um bar da cidade. Ao chegar na casa, ele se deparou com o imóvel trancado e por isso teve que pular o muro. O homem relatou que a esposa estava nervosa e arremessou uma cadeira na direção dele. Ainda segundo a versão do suspeito, a mulher teria desferido vários tapas nele, o ofendido e denegrido a imagem da família dele.

O rapaz confessou que ficou descontrolado e apertou o pescoço da mulher por aproximadamente dois minutos. Ele disse, ainda, que só deixou de asfixiá-la quando ela colocou a língua para fora da boca. Ao soltá-la, a vítima já estava morta.

A filha do casal, de apenas 3 anos, estava em outro cômodo e não presenciou a cena. Para preservar a criança, o suspeito ligou para o pai buscá-la no imóvel e, depois, seguiu até o batalhão onde confessou o crime. Os militares seguiram para a residência, mas a mulher já estava sem vida.

O corpo dela foi periciado e encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) da região. O homem foi conduzido para a Delegacia de Plantão de Sete Lagoas, onde a ocorrência foi registrada.