Um homem foi morto a pedradas e teve o rosto completamente desfigurado, após negar dividir um cigarro de maconha e bater no rosto de um adoelscente, de 16 anos. O crime ocorreu em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta terça-feira (27).

Os policiais do 35º Batalhão da Polícia Militar receberam uma denúncia anônima e encontraram o adolescente arrastando o corpo do homem conhecido apenas como "Magal", e que teria aproximadamente 40 anos.

O jovem estava na rua Pequizeiro, que fica às margens da BR-381, no bairro Bom Destino, quando foi abordado pelos policiais. Ele disse aos militares que pretendia jogar o corpo do homem em um córrego próximo ao local. A perícia foi acionada e constatou, conforme os policiais militares, que a primeira pedrada que o adolescente lançou contra a vítima fez com que o homem ficasse desacordado.

O jovem, então, se aproveitou da circunstância e desferiu outras pedradas em "Magal". Ele ficou com o rosto completamente desfigurado e, como não tinha documentos, foi identificado por vizinhos.

De acordo com a Polícia Militar, tanto o adolescente quando a vítima já tinham passagem pela polícia.
O adolescente foi apreendido em flagrante e conduzido para a delegacia de plantão da cidade. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Santa Luzia.