Um homem de 48 anos foi detido na tarde dessa terça-feira (19) por suspeita de estuprar a vizinha, uma menina de apenas 8 anos, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima relatou que sofria violência sexual há mais de um ano.

De acordo com a PM, a menina contou para a mãe de uma amiga que estava com dores nas partes íntimas e, ao ser questionada sobre os motivos, a criança revelou que havia mantido relações sexuais com um homem, que seria amigo do pai dela. Ela disse ainda que os abusos ocorriam na casa do suspeito há mais de um ano e que ele sempre lhe dava dinheiro e doces para que ela não contasse nada a ninguém. 

A menina disse também aos policiais que quando se recusava a ir até a casa do agressor, ele a agarrava pelo braço e a forçava a entrar na residência. E foi dessa forma que teria ocorrido inclusive no dia anterior à prisão do homem. A criança estaria na rua quando o suspeito passou e pediu para que ela o acompanhasse. Mas, como ela se negou a entrar na casa, o homem a pegou pelo braço e a puxou até o imóvel, onde a teria obrigado a manter relações sexuais contra a sua vontade. 

A menor foi levada para o Hospital Odilon Behrens, em Belo Horizonte, e após exames os médicos constataram que ela apresentava sangramentos. 

O Conselho Tutelar foi acionado e durante apuração do caso foi constatado que a criança vive em situação de vulnerabilidade e quase sempre está na rua. Ainda segundo os militares, a garota foi abandonada pela mãe no ano passado e morava com o pai, que não teria nenhum cuidado com ela.

Por causa do descaso e com as investigações sobre os abusos, a menina foi deixada sob a responsabilidade da madrinha. 

Na delegacia de Vespasiano, na Grande BH, o suspeito negou as acusações. Ele disse que é amigo do pai da vítima e que todas as denúncias seriam caluniosas.