Um homem de 46 anos teve 70% do corpo queimado após pedir uma cerveja para a ex-mulher nesta terça-feira (17), no distrito de Cachoeira do Campo, que pertence à cidade de Ouro Preto, na região Central de Minas Gerais. Apesar de não estar mais junto, o casal ainda vivia na mesma casa.
 
De acordo com a Polícia Militar, Diva da Silva, também de 46 anos, foi presa logo após o crime e confessou que tentou matar o ex, que não aceita o fim do casamento.
 
Segundo relatos da mulher aos policiais, ela ficou bastante irritada com o pedido do marido e, em vez de levar a cerveja para ele, resolveu pegar uma galão de gasolina com em torno de 1,5 litros. No quarto do casal, Diva jogou o líquido inflamável em Honorato Gonçalves de Faria Neto, e, em seguida, ateou fogo. Imediatamente, a cama do casal pegou fogo e as chamas assustaram vizinhos, que acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros.
 
Antes de combater o incêndio, os bombeiros socorreram Honorato e o encaminharam à Santa Casa de Ouro Preto. Porém, devido à gravidade do estado da vítima, ela deve ser transferida para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, na capital mineira.
 
Diva foi detida em flagrante e levada para a Delegacia de Polícia Civil da mesma cidade, onde foi autuada por tentativa de homicídio.