Um adolescente de 16 anos foi executado na noite dessa quarta-feira (4), em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e um jovem de 23 anos ficou ferido. Segundo a Polícia Militar, três homens seriam os autores do crime, sendo que dois deles estavam usando uniformes da Cemig. 

Testemunhas contaram à PM que ao chegarem em uma casa do bairro Funcionários, em local conhecido como Vila Riachinho, em Contagem, os suspeitos perguntaram para uma das vítimas sobre quem "estaria na pista" naquela noite, jargão utilizado para se referir a quem estaria vendendo drogas no local. 

O adolescente de 16 anos foi apontado e os suspeitos atiraram diversas vezes contra ele. O jovem de 23 anos, que estava próximo, acabou sendo baleado no braço e foi levado para o Hospital Municipal de Contagem. Já o adolescente morreu no local em decorrência dos tiros. 

Após o crime, o trio fugiu em um carro preto e não foi mais localizados. Ainda conforme a PM, testemunhas relataram que dois dos suspeitos vestiam uniformes da Cemig e o terceiro trajava um moleton preto. A motivação do crime seria porque a vítima estaria vendendo entorpecentes em área da gangue rival. A ocorrência foi encerrada na 7ª Delegacia Especializada em Investigação de Homicídios de Contagem. 

Procurada pela reportagem, a Cemig informou que nenhum dos suspeitos possui vínculos empregatícios com a companhia e nem com empresas que prestam serviços para ela. "A Cemig informa, ainda, que desconhece a maneira pela qual os supostos uniformes foram obtidos, mas se coloca à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos", conclui o comunicado. 

Leia mais:

Após agredir a esposa, homem é morto com facada em Contagem
Vídeo: helicóptero busca suspeitos de homicídios e tráfico em ação da PC na Grande BH