Com o intuito de evitar aglomeração de pessoas no período de isolamento social devido a pandemia de Covid-19, o Centro de Telessaúde do Hospital das Clínicas (HC) criou um chatbot, plataforma digital automática de autoavaliação programada para oferecer um primeiro nível de atendimento ao paciente, traçando prioridades como emergência, urgência, casos moderados ou leves.

O chatbot está disponível no site da instituição e pode ser acessado gratuitamente por pessoas de qualquer parte do mundo. A plataforma funciona por meio da assistente virtual Ana, que, ao ser acionada, simula um diálogo e faz uma pré-triagem.

“Sabe-se que 80% dos casos de Covid-19 são leves, 15% são mais graves e 5% são gravíssimos. Grande parte dos casos leves não precisa de atendimento em centros de saúde. É preciso desafogar os serviços de urgência e evitar que mais pessoas se contaminem. A ferramenta possibilita ao internauta fazer uma autoavaliação e, na ausência de sintomas, reduz a necessidade de procurar atendimento médico”, explicou a médica Milena Soriano, coordenadora científica do Centro de Telessaúde do HC.

O conteúdo foi elaborado por uma equipe composta de médicos e programadores, que se basearam em protocolos do Ministério da Saúde, da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Hospital das Clínicas


Outras ações
O Centro de Telessaúde do Hospital das Clínicas, referência em telediagnóstico nas áreas de cardiologia e oftalmologia, teleconsultorias e tele-educação, criou um hotsite com materiais informativos e educativos sobre a Covid-19. Nele, é possível ter acesso, gratuitamente, a vídeos, infográficos, protocolos, artigos diversos, jogos e aplicativos criados para auxiliar a população.