A Prefeitura de Ibirité, na Grande BH, enviou na segunda-feira (11) um ofício ao Instituto Butantan solicitando a compra de 180 mil doses da vacina CoronaVac, produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech. 

De acordo com o pedido, as primeiras doses irão garantir a imunização dos profissionais da saúde do município da Região Metropolitana de Belo Horizonte e também da população pertencente ao grupo de risco.

“Depois de decidir pelo escalonamento do comércio e tomar medidas mais restritivas no município, estamos sinalizando ao presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, o interesse pela compra da vacina para garantir a imunização da nossa população”, destacou o prefeito William Parreira (Avente), em vídeo publicado nas redes sociais.

Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (12) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), a cidade já confirmou 4.297 casos do novo coronavírus e 96 mortes por complicações da doença. 

Mudanças no comércio

Por conta do crescimento no número de infectados em Ibirité, a administração municipal publicou um decreto que determinou mudanças no funcionamento do comércio. Começou a valer, ontem, um esquema de escalonamento, dividido entre dias pares e ímpares, com exceção para os serviços essenciais, que seguem com funcionamento normal.

A medida ainda proíbe a prática de qualquer esporte de contato em ambientes abertos ou fechados, públicos ou privados. Já a realização de eventos festivos não poderá exceder mais que dez participantes, inclusive os realizados em imóveis residenciais.

Leia mais:
CoronaVac tem eficácia geral de 50,38%, afirma Butantan; índice cumpre exigências da OMS e Anvisa
'Ninguém vai virar outra coisa além de ser humano protegido', diz Butantan sobre vacina contra Covid