É estável o estado de saúde da idosa que foi esfaqueada pelo próprio neto no bairro Céu Azul, em Venda Nova, na noite desse domingo (17). Após passar por cirurgia, ela segue internada no hospital Risoleta Neves sem previsão de alta, conforme informou a assessoria de imprensa da unidade. 

Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu por volta de 23h30 desse domingo, quando a mãe do adolescente de 16 anos ouviu gritos de socorro em sua casa e, quando foi verificar, se deparou com a própria mãe, de 76 anos, ferida no pescoço, e também com o sobrinho de 13 anos, com um ferimento no braço esquerdo. O filho dela estava com uma faca na mão e aparentava um surto, com falas desconexas. 

A mulher gritou por ajuda e os vizinhos ligaram para a polícia. A idosa foi socorrida por familiares e levada para o Risoleta Neves com uma perfuração do lado direito do pescoço e outra no pulmão. O sobrinho também foi socorrido pelo Samu e não corre risco de morte. 

Já o adolescente de 16 anos foi encaminhado para o Centro Psíquico da Adolescência e Infância (Cepai), da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), onde permanece internado. Aos militares, a mãe do suspeito ainda contou que o filho estava há algum tempo sem tomar os seus medicamentos controlados e que já havia surtado outras vezes, chegando a ameaçá-la em uma destas ocasiões. 

A ocorrência foi encerrada na 3ª Delegacia Especializada de Orientação e Proteção ao Adolescente (Dopcad).  

Leia mais:
Ataque em Suzano reacende polêmica sobre posse de arma
Maioria dos atiradores de crimes em escolas não é psicopata, dizem estudos
Game pode piorar quadro violento em criança com tendência agressiva, afirma professor da UFMG