Uma tragédia familiar. Assim pode ser definido um caso de assassinato seguido de suicídio registrado em Belo Horizonte, na noite dessa terça-feira (11). Um idoso de 78 anos matou a esposa, de 74, e, depois do crime, tirou a própria vida. O caso aconteceu no apartamento do casal, no bairro Calafate, região Oeste da capital mineira.

Parentes do casal contaram que a mulher estava doente e acamada há cerca de um ano. Neste período, ela só se alimentava por meio de sonda. Devido ao estado de saúde da companheira, o marido teria sido diagnosticado com depressão.

O crime foi descoberto depois que uma filha do casal foi até à residência, chamou pelos pais, que estavam trancados em um dos quartos, mas eles não responderam. Um vizinho chegou a ser acionado para ajudar a arrombar a porta, mas a neta dos idosos encontrou uma chave para abrir o cômodo.

Ao entrarem no quarto, a filha e a neta acharam a mulher deitada, com um saco preto na cabeça, e o homem, enforcado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o casal já estava morto.

O local foi periciado pela Polícia Civil e os corpos removidos para o Instituto Médico Legal (IML) da capital.