Um idoso de 80 anos morreu após passar mal em um voo que seguia de São Paulo para Fortaleza. No trajeto, a aeronave pousou no Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH, para que a vítima recebesse atendimento médico. Contudo, o passageiro não resistiu a uma parada cardíaca.

De acordo com a BH Airport, concessionária que administra o terminal, o piloto comunicou que havia uma emergência a bordo e, por isso, precisaria de autorização para descer em Confins. A aeronave, que fazia o voo 1546, teve prioridade na aterrissagem e, às 21h52 dessa segunda-feira (10), pousou na pista do aeroporto.

A equipe médica já estava posicionada no momento da aterrissagem e fez todos os procedimentos para reanimar o idoso, que sofria uma parada cardíaca. O passageiro chegou a ser levado para o posto médico, mas morreu.

Depois de comunicar o fato às autoridades, o corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de BH.

Em nota, a Gol Linhas Aéreas informou que uma equipe da companhia seguiu todos os procedimentos de primeiros socorros e solicitou atendimento médico imediato na pista do aeroporto. "Infelizmente, foi constatado, pela equipe médica, o falecimento do passageiro em solo. A companhia lamenta o ocorrido e se solidariza, prestando toda assistência aos familiares do cliente", completa.

A BH Airport informou que o incidente não provocou impacto no cronograma do terminal e que todas as operações foram realizadas normalmente. 

Sobre o voo

O voo, um Boeing 737 da Gol Linhas Aéreas, partiu do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, às 20h40, com destino ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. O passageiro passou mal quando a aeronave sobrevoava Minas Gerais e, por isso, o pouso não programado ocorreu em Confins.