Um idoso de 88 anos morreu, e a filha dele, de 56, está internada em estado grave após serem atropelados em Prata, no Triângulo Mineiro, nesse domingo (29). As vítimas estavam na calçada de casa quando foram atingidas por uma caminhonete. Uma mulher inabilitada, com sinais de embriaguez, conduzia o veículo. Ela e o passageiro foram presos.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher relatou que ela e o companheiro ingeriram três garrafas e quatro latas de cerveja durante um almoço. Na volta para casa, decidiu pegar a direção, mesmo sem CNH, porque “estaria em melhores condições” que o homem.

No caminho, ainda segundo relato da motorista à PM, um Gol teria freado “de uma vez” na rua Patos de Minas, e ela não conseguiu parar a tempo, “pois não encontrou o freio da caminhonete”. Ela colidiu na traseira do automóvel e, em seguida, perdeu o controle da direção, atingindo pai e filha, que estavam sentados na varanda da casa. Já na versão do motorista do Gol, o veículo estava estacionado.

Conforme a PM, as vítimas sofreram múltiplas fraturas nos membros inferiores. Ambos foram socorridos por vizinhos, que acionaram ambulâncias da região. Eles foram levados para atendimento médico. O idoso morreu a caminho da unidade de saúde. Já a filha precisou ser transportada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), devido à gravidade dos ferimentos.

O homem que estava no outro veículo afirmou à PM que conversava com um amigo dentro do carro quando foi atingido pela caminhonete. Ele declarou que não é habilitado, mas que não dirigiu o automóvel. Ele foi liberado após a apresentação do proprietário do carro. O casal da caminhonete recebeu duas multas e foi encaminhado para a Delegacia de Plantão.

Leia mais:
BH antecipa vacinação contra Covid de mulheres de 19 anos para quinta-feira, mesmo dia dos homens
Minas recebe mais 282 mil vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira
Estado amplia vagas e prorroga inscrição no Trilhas de Futuro, que oferece cursos técnicos gratuitos