Corpus Christi sem igrejas lotadas e milhares de fiéis nas procissões. A pandemia do novo coronavírus obrigou adaptações nas celebrações este ano. Em Belo Horizonte, a Arquidiocese divulgou uma lista de recomendações para que os católicos participem das liturgias nesta quinta-feira (11).

Conforme o texto assinado pelo arcebispo metropolitano, dom Walmor Oliveira de Azevedo, e por outros três bispos auxiliares, poderão se reunir nas igrejas o sacerdote, o diácono, dois ministros da palavra, um ministro extraordinário da comunhão eucarística, um cantor e um instrumentista .

"Poderá ainda, no tríduo que antecede a Festa e na Solene Celebração, haver uma pequena assembleia, de até 20 pessoas, nas celebrações litúrgicas", detalha a cartilha. A programação das missas on-line para que os fiéis acompanhem as cerimônias pode ser consultada neste link

Corpus Christi
Tradicionais procissões estão impedidas em BH

Com relação às procissões, a Arquidiocese aconselha que os fiéis acompanhem “com o olhar e com o coração” de suas casas. Nos locais onde os cortejos estão autorizados pelos órgãos de saúde, a igreja católica listou orientações. Confira:

1- Evite-se qualquer tipo de exaltação vazia (carreata, fogos de artifício, som elevado, etc). Os fiéis acompanhem com o olhar e o coração permanecendo em seus lares;

2- O percurso da procissão seja previamente definido e não demasiamente longo, em acordo com o apoio das autoridades municipais competentes;

3- A assembleia celebrante permaneça na igreja até o retorno da procissão para a bênção final, que também será transmitida;

4- Cada família ornamente sua residência e assista a passagem do Santíssimo Sacramento sem sair da sua casa. Não haja nenhum tipo de ornamentação nas ruas, como tapetes etc;

5- O carro seja dignamente ornamentado e tenha assento e genuflexorio para o ministro ordenado, bem como acessórios para colocação do Santíssimo Sacramento;

6- Durante o percurso sejam ouvidos cânticos eucarísticos, salmos e orações. Somente um carro sonorizado acompanhe o veículo que conduz o Santíssimo Sacramento, sem acompanhamento de pessoas;

7- A Bênção com Santíssimo Sacramento seja única e dada ao término da procissão, na igreja, via transmissão.

Leia também:
Teletrabalho ganha força como alternativa durante pandemia
Uso generalizado de máscaras pode prevenir segunda onda de Covid-19
Ministério passa a divulgar estatísticas sobre perfis genéticos