A tradicional Igreja São José, no Centro de Belo Horizonte, retomou, neste domingo (2), às 8h, as missas dominicais. Uma série de cuidados foram tomados pra evitar a propagação do coronavírus. As celebrações presenciais haviam sido suspensas em 22 de março, em razão da pandemia da Covid-19.

Acostumado a receber em torno de mil fiéis a cada celebração aos domingos – antes das medidas restritivas –, o templo católico permitiu a entrada de apenas 94 pessoas nesta primeira missa. O limite foi estabelecido, segundo o vigário paroquial da Igreja São José, Flávio Campos, em respeito ao distanciamento mínimo de dois metros entre os frequentadores no interior da capela.

Na entrada, permitida por ordem de chegada dos fiéis, as pessoas passaram pela conferência da temperatura corporal e higienização das mãos e dos calçados, em um tapete sanitizante instalado à porta. De acordo com o padre Flávio, nove fiéis precisaram esperar o próximo horário de celebração, às 10h.

Haverá outras missas neste domingo, às 16h e às 19h, todas respeitando os mesmos cuidados e com duração mais curta, para evitar a transmissão do novo coronavírus.

Grupos de risco

Em 120 anos de história, esta foi a primeira vez em que a Igreja São José ficou tanto tempo fechada aos fiéis, disse o vigário paroquial. O religioso recomenda que quem for dos grupos de risco, como idosos ou pessoas com alguma doença pré-existente, permaneça rezando em casa. “E quem vier, participe respeitando todos os cuidados. Não pode ter febre nem outros sintomas”, alertou o padre.

A Igreja São José já havia feito uma celebração aberta ao público no sábado (1º), desde o fechamento em março, mas, definiu o retorno oficial para este domingo, considerado o dia da comunidade. A partir de então, serão celebradas missas por lá também de segunda-feira a sábado, às 8h e às 18h, exceto às terça-feiras.

Leia mais:

Seguindo as normas sanitárias, igreja no Gutierrez reabre as portas para missa presencial

Confira galeria de imagens da celebração deste domingo: