O incêndio no Parque Nacional da Serra do Cipó, em Santana do Riacho, na região Central de Minas, foi controlado na tarde deste sábado (12). De acordo com o Corpo de Bombeiros, 20% dos 33.800 hectares de área verde foram consumidos pelas chamas. No momento, equipes constituídas de militares e voluntários seguem do local para monitorar a área e evitar novos focos.

O parque segue fechado para visitação, mas segundo a administração, outras cachoeiras e atrativos do distrito estão funcionando normalmente, assim como os serviços de pousadas, bares e restaurantes, passeios turísticos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Informamos que o fogo presente na parte alta do Parque Nacional está sendo combatido com grande equipe de brigadistas e aeronaves, porém este representa risco de se aproximar da região mais turística com acesso aos principais atrativos. Deste modo, o Parque Nacional da Serra do Cipó estará fechado para visitação (em todas as portarias) no dia de hoje (11/10) e, possivelmente, neste final de semana. As travessias também não poderão ser realizadas. Esta decisão visa garantir a segurança dos visitantes e melhor mobilização para contenção das queimadas. Manteremos a todos informados e pedimos que, pessoas capacitadas para combate ao fogo e que tenham disponibilidade, procurem o ParNa para apoio. - Destacamos que as demais cachoeiras e atrativos do distrito Serra do Cipó estão funcionando normalmente, assim como os serviços de pousadas, bares e restaurantes, passeios turísticos e outros. - Foto @aescserradocipo ParNa Serra do Cipó: (31) 3718-7484 Setur Santana do Riacho: (31) 3718-7458 #santanadoriacho #serradocipo #parquenacionaldaserradocipo

Uma publicação compartilhada por Turismo Santana do Riacho (@turismoserradocipo) em

Entenda

O fogo começou na última terça-feira (8), fora da área de preservação, em Itabira, também na região Central do Estado, e acabou invadindo o parque na tarde de quarta-feira (9), quando cerca de 3.500 hectares foram afetados, o que corresponde a aproximadamente 10% de toda a área de preservação.

Cerca de 54 brigadistas atuam no combate às chamas de forma ininterrupta, inclusive durante o período noturno. Equipes de prevenção de incêndio de outros parques nacionais, como Sempre Vivas, Caparaó e Canastra, estão na Serra do Cipó para auxiliar nos trabalhos e voluntários também têm chegado para colaborar com as ações. 

Com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, duas viaturas e um helicóptero deram assistência no transporte de equipes, equipamentos e mantimentos. Além disso, dois aviões Air Tractor do ICMBio estão em atividade. 

Turismo

Por causa do incêndio de grandes proporções turistas que compraram pacotes ou agendaram hospedagem para a região durante o feriado têm o direito de requisitar a restituição dos valores ou o reagendamento de data, de acordo com o Procon do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).
 

Leia mais:
Novo foco de incêndio atinge Serra do Cipó neste sábado
Desmatamento na Amazônia já cresceu 93% neste ano, aponta Inpe