Uma cachorrinha morreu após a casa de seu dono ser atingida por um incêndio de grandes proporções que devastou uma mata na tarde desta quirta-feira (5) em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um vídeo feito por um morador mostra a velocidade com que as chamas se alastram, chegando cada vez mais próximas das residências. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado no início desta tarde para controlar as chamas, que começaram em uma mata da reserva da Aeronáutica. A informação inicial era que o fogo estava próximo ao galpão de decolagem, o que foi negado pelo Parque de Material Aeronáutico. 

As chamas foram controladas pelos Brigadistas da Aeronáutica com o apoio dos bombeiros, porém, antes disso o fogo chegou até um muro que divide um aglomerado e a área verde, atingindo também um dos imóveis. A parte de trás da casa, onde estava uma cachorrinha, acabou sendo queimada. 

WhatsApp Image 2019-09-05 at 14.42.38.jpeg
Parte de trás de uma casa foi queimada e matou cachorra

Ainda de acordo com os bombeiros, o incêndio foi controlado instantes antes de atingir também uma oficina mecânica, onde estavam cerca de 20 veículos. 

WhatsApp Image 2019-09-05 at 14.50.44.jpeg
Oficina com cerca de 20 veículos quase foi atingida

A Defesa Civil foi acionada para fazer vistoria no imóvel atingido e casas vizinhas. A princípio o incêndio não seria criminoso. Conforme a corporação, a velocidade com que o fogo se alastrou é decorrência do forte vento associado à vegetação do local, que estava bastante seca.

Apesar de as chamas terem sido controladas, houve reignição próximo à oficina, que quase foi queimada, sendo necessário uso de 2 mil litros de água para conterem as chamas que atingiram uma área de 1 mil m².  A área da mata da Aeronáutica atingida ainda não foi dimensionada. 

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Aeronáutica informou apenas que não houve vítimas no incêndio e que uma nota sobre o ocorrido seria enviada para o Hoje em Dia em breve. 

Leia mais:​
Número de multas aplicadas pelo Ibama na Amazônia é o menor em 5 anos
Queimadas em unidades de conservação e no entorno delas crescem em Minas
BH registra o dia mais quente do inverno nesta quarta-feira, com 33,7ºC