Usada especialmente por pacientes com diabetes do tipo 1, a insulina Glargina está em falta nos postos de saúde do Estado há cerca de dois meses. O medicamento injetável é recomendado para pessoas que não produzem insulina suficiente para metabolizar o açúcar do organismo.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), está prevista a regularização do estoque da insulina neste mês de agosto. A secretaria informou que “aguarda a entrega dos itens pelo fornecedor e, tão logo sejam entregues em nosso almoxarifado, será realizada a distribuição a todas regionais de saúde do Estado”.

De acordo com a pasta, o problema foi causado pelo déficit financeiro enfrentado pelo Estado de R$ 3,84 bilhões somente na área da Saúde. Mesmo assim, afirma que o governo de Minas tem como prioridade a busca pelo atendimento das demandas em atraso relativas à saúde.

Leia mais:
Número de mortes por dengue em BH sobe para 19; quase 89 mil casos são confirmados