Investigador que tentou arrombar caixa eletrônico responderá inquérito em liberdade

Jefferson Delbem - Hoje em Dia
02/07/2013 às 21:02.
Atualizado em 20/11/2021 às 19:42

O investigador da Delegacia Especializada em Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad), Deusdedith de Matos Neto, irá responder em liberdade o inquérito em que ele é acusado de envolvimento em uma tentativa de arrombamento de caixa eletrônico. O crime ocorreu em Capim Branco, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A informação foi confirmada na noite desta terça-feira (2) pela Polícia Civil, que revelou que o policial foi autuado por crime de favorecimento pessoal, quando a pessoa é acusada de prestar auxílio ao criminoso.   O investigador foi abordado, próximo a um matagal, por militares que procuravam por dois homens que teriam tentado arrombar dois caixas eletrônicos de um banco na cidade. O policial civil estava pedindo carona em uma via e não soube esclarecer aos militares o que fazia no local.    O delegado Marcos Vinícius Martins, que é responsável pelo caso, disse que o investigador alegou que teria ido à cidade atender ao pedido de ajuda de uma amiga, que queria socorrer o irmão baleado, em um matagal. O policial garante que não sabia do envolvimento do acusado com qualquer tipo de crime.    No matagal, os militares encontraram Rafael Camilo Nonato de Paulo, de 27 anos, e Cleves Neves da Silva Júnior, de 23, que é irmão do investigador e, teve a perna atingida por um tiro ao reagir à abordagem dos policiais. Com eles foram apreendidos equipamentos que indicavam a intenção de arrombar os terminais. Os dois tinham passagens anteriores pela polícia por assalto. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por