O julgamento do ex-cabo da Polícia Militar (PM), Rodney Balbino Leonardi, conhecido como “Robocop”, e seu irmão Robert Balbino Leonardi, o "Betinho", acusados do homicídio qualificado de duas pessoas, em São José da Lapa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, começou por volta de 10h20 desta terça-feira (22), no 2º Tribunal do Júri do Fórum Lafayette. Os irmãos são acusados de integrar grupo de extermínio que matou 21 pessoas entre 2004 e 2009 no município, além de serem suspeitos de comandar o tráfico de drogas na região.

Na sessão, presidida pelo juiz Glauco Eduardo Soares e com o promotor Herman Lott representando o Ministério Público, o futuro dos dois réus será decidido por um júri formado por quatro mulheres e três homens. Treze testemunhas, além dos dois acusados, estão previstas de serem ouvidas em plenário nesta terça.

Entenda o caso

Conforme denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), em 8 de agosto de 2009 os denunciados e uma outra terceira pessoa não identificada atiraram contra J.L.R.M. e D.R.R., que conseguiram escapar.

Os dois estão presos. Betinho já foi condenado a 20 anos de prisão por um homicídio e uma tentativa de homicídio ocorridos em setembro de 2009, em São José da Lapa. Em outro julgamento, quando foi acusado de um duplo homicídio ocorrido em agosto de 2009, ele foi absolvido por falta de provas que assegurassem a sua participação no crime.