O jornalista e apresentador Artur Almeida, âncora do MGTV 1ª edição, da TV Globo, morreu na segunda-feira (24) vítima de uma parada cardiorrespiratória. 

Ele estava de férias em Portugal quando passou mal. Artur chegou a ser socorrido, mas não resistiu e faleceu a caminho do hospital. Ele tinha 57 anos.

Segundo as Organizações Globo, ele era editor-chefe, apresentador do MGTV 1ª edição e trabalhava na TV Globo Minas há mais de 20 anos. Artur deixa a mulher e três filhas.

Repercussão

Pelas redes sociais, muitos amigos e colegas de profissão do jornalista lamentaram a morte. Ainda não há informações sobre o translado, velório e enterro do apresentador.

A TV Globo lastimou o ocorrido. "Minas Gerais perde com certeza um dos seus jornalistas mais importantes e a Globo Minas perdeu um colega, um amigo que deixa uma lacuna profissional imensa e principalmente uma enorme saudade".

O prefeito Alexandre Kalil também emitiu uma nota de pesar. "Recebi, com profunda tristeza, a notícia da morte do jornalista Artur Almeida, um grande profissional, que dignificava a categoria. Durante a campanha eleitoral do ano passado, tive a oportunidade de constatar pessoalmente a sua conduta ética como mediador de dois debates dos quais participei, promovidos pela Rede Globo.À família e ao jornalismo, a minha solidariedade neste momento difícil".

O governador Fernando Pimentel divulgou um vídeo em que lamenta a morte e se solidariza com os familiares.