Um jovem, ainda não identificado, mas aparentando ter 22 anos, foi brutalmente assassinado a socos e pontapés na madrugada desta quarta-feira (10), na região Central de Belo Horizonte.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por foliões na rua Carijós, altura do número 275, para separar uma briga por volta das 4h30. Seguindo informações e características relatadas por testemunhas, os militares conseguiram encontrar um dos suspeitos, um homem de 30 anos. Ele foi apontado como o agressor que derrubou a vítima duas vezes ao chão. Outras quatro pessoas seguiram espancando o rapaz caído.

Uma testemunha confirmou à PM que cinco pessoas foram vistas agredindo a vítima, tendo sido citado no momento uma garrafa com loló, que foi encontrada na mão do rapaz detido. Ele foi reconhecido por um popular, que ainda disse que viu o rapaz já caído implorar para que não batessem mais nele.

Outras duas testemunhas contaram que ouviram a vítima chorar pouco antes da agressão e citar que estava sendo acusado de roubar R$ 10, além de terem visto um grupo seguir o garoto. Eles roubaram todos os pertences do jovem quando já desfalecido. Quatro suspeitos conseguiram fugir e se misturar à multidão que estava na região.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e tentou reanimar a vítima por mais de 40 minutos, mas não obteve sucesso. Foi constatado o óbito e, em seguida, rabecão e perícia acionados. O suspeito detido foi conduzido para a Central de Flagrantes (Ceflan 2), onde a ocorrência foi encerrada.