Um jovem foi espancado em um bar, arrastado para um campo, onde foi executado e enterrado, na Vila Aeroporto, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, na noite desse domingo (15). Uma mulher foi presa por envolvimento no caso.

De acordo com a Polícia Militar, o caso teria iniciado após uma discussão entre a vítima, de 25 anos, e outras três pessoas. O rapaz teria sido espancado e arrastado para uma área aberta, próximo à rua Cecília Pinto. Lá, foi morto com um tiro na nuca.

Em seguida, o rapaz foi enterrado. Uma denúncia anônima informou que dois autores haviam fugido em um Citroën vermelho. A polícia realizou rastreamento e localizou a motorista - uma mulher de 25 anos, que estava com vestimentas sujas de barro. O carro também apresentava manchas de sangue. Ela seria a namorada de um dos autores.

Segundo a PM, a suspeita não soube explicar o motivo da sujeira de barro no carro e nas próprias roupas. Ela declarou, apenas, que havia saído para comprar um sanduíche. 

Devido ao fato e por apresentar sinais de embriaguez, a mulher foi detida e levada à Delegacia de Polícia de Venda Nova. Os outros dois homens, de 25 e 29 anos, foram identificados, mas estão foragidos. 

A perícia policial foi ao local e constatou uma lesão na cabeça e uma marca de tiro na nuca da vítima. O corpo foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML). O caso será investigado pela Polícia Civil.