Uma jovem de 24 anos morreu na madrugada desta sexta-feira (14) após ser estuprada dentro de sua casa, no bairro Guarani, região Nordeste de Belo Horizonte. Vizinhos da vítima relataram que a mulher era portadora de deficiência mental.

Após a violência sexual, a jovem foi socorrida por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, na região de Venda Nova. No entanto, ela não resitiu aos ferimentos e morreu.
 
Militares do 13º Batalhão da Polícia Militar foram acionados por vizinhos da vítima por volta das 19 horas de quinta-feira (13), depois da denúncia do estupro. No local, a mulher foi encontrada no banheiro com diversos ferimentos pelo corpo, inclusive nas regiões anal e vaginal.
 
Os vizinhos da jovem contaram que ouviram gritos dela durante à tarde, mas somente à noite foram até a casa e viram a mulher ferida. Ela estava caída no banheiro bastante abalada e muito debilitada. Depois de ser socorrida e encaminhada para o hospital, a mulher entrou em óbito por volta de uma hora.
 
Como não chegou a ser interrogada pelos policiais, a PM ainda não tem pistas sobre o suspeito. A vítima morava com familiares, mas não havia ninguém na residência, que fica na rua Itaverava, no momento do crime.