Foi identificada, na madrugada deste sábado (23), a 256ª vítima do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, cidade da região Central de Minas. O desastre foi em janeiro deste ano. Segundo a Polícia Civil, o segmento encontrado nessa sexta-feira (22) pertence a Elis Marina Costa, de 24 anos. Ela era funcionária terceirizada da mineradora. Outras 14 pessoas seguem desaparecidas. 

De acordo com a corporação, na sexta-feira foram encontrados um tronco, com crânio e arcada dentária, a dois quilômetros da barragem B1. Conforme procedimento, os restos mortais são levados para o Instituto Médico Legal (IML), em Belo Horizonte, onde são analisados. A polícia havia informado que, como a arcada estava bem preservada, seria possível que o processo de identificação fosse mais ágil. 

Nesta semana, a Polícia Civil informou que cerca de 90 segmentos corpóreos localizados na área atingida pela lama ainda são analisados.

Na quarta-feira (20), um corpo foi localizado a cinco quilômetros da barragem B1, próximo ao distrito de Parque da Cachoeira. No dia seguinte, a Polícia Civil informou que a vítima era João Marcos Ferreira da Silva, de 25 anos, ajudante terceirizado da Vale.

(Com Cinthya Oliveira)

Leia mais:

Bombeiros localizam corpo em Brumadinho que pode ser de uma mulher

Moradores de Brumadinho protestam em frente ao TJMG durante audiência pública com a Vale