O homem acusado de atropelar e matar uma menina de 2 anos de idade, em dezembro de 2012, foi condenado a seis anos de prisão. O crime aconteceu no bairro Serrano, região da Pampulha, e o motorista acertou Anna Victorya Dias dos Santos e a mãe dela, enquanto dirigia em alta velocidade.

A decisão foi tomada pelo 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, nesta terça-feira (20). De acordo com o Fórum Lafayette, o condenado deve cumprir mais dois meses de detenção pela lesão corporal causada na mãe da criança, Marta Priscilla Duas Camilo. O jovem pode recorrer da decisão, em primeira instância, em liberdade.

O juiz Ricardo Sávio de Oliveira, ao fixar as penas pelo homicídio e pela lesão corporal, levou em consideração a confissão espontânea e os bons antecedentes do réu. O rapaz chegou a ser preso em flagrante um dia após o acidente (no dia 23 de dezembro de 2012), mas foi beneficiado com alvará de soltura em 8 de janeiro do ano seguinte.

De acordo com a denúncia, o acusado estava embriagado e dirigia em alta velocidade pela rua Izabel Alvez Martins. Na época, ele tinha 18 anos de idade e há uma suspeita de que tenha perdido o controle do veículo ao realizar um “cavalo de pau”.

O motorista alegou que o carro foi em direção contrária da via e sentiu o volante e o freio travados, como se o veículo estivesse "morrido". Essa sensação, segundo ele, foi a mesma de quando um "mata-motor", supostamente instalado no carro, era acionado. Em depoimento, ele confirmou que havia bebido.

Leia mais:
Justiça adia julgamento de jovem que atropelou e matou criança no bairro Serrano
Motorista que matou criança passa o Natal na cadeia