Um jovem de 23 anos foi indiciado pela Polícia Civil pela morte de um homem, de 30 anos, em um bar no bairro Glória, na região Noroeste de Belo Horizonte. O crime foi em julho deste ano e outras três pessoas ficaram feridas.

Segundo as investigações, o suspeito chegou em uma moto e estacionou em um local próximo ao bar. Em seguida ele teria se aproximado e iniciado uma série de disparos, sem se importar com quem estava no estabelecimento. Na verdade, o indiciado queria matar um rival do tráfico de drogas, que foi baleado. O alvo foi atingido por um disparo no ombro que ricocheteou e alojou no maxilar dele. Uma outra pessoa foi atingida no rosto e precisou fazer uma reconstrução do nariz.

Veja as imagens de uma câmera de segurança divulgadas pela Polícia Civil e que mostram o momento do crime:

A motivação para o crime seria a disputa por ponto de venda de droga na região. O autor acreditava que o rival estaria no bar vendendo drogas e executou o rival. Ainda conforme a polícia, os dois já haviam se desentendido anteriormente em razão de desacordos quando eram vizinhos. O suspeito provocava algazarras em um lote coletivo, incomodando os moradores e teria sido expulso desse terreno.

Ele também tem passagens pela polícia por agressões contra uma ex-namorada, desobediência à ordem e roubos.

O delegado Guilherme Catão, que coordenou as investigações, representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi detido nessa quarta-feira (11), no bairro Pindorama, também na região Noroeste. O inquérito já foi encaminhado para a justiça e o suspeito denunciado pelo Ministério Público.