Um homem de 26 anos, suspeito de ter assassinado a ex-namorada em Paracatu, no Noroeste de Minas, foi preso na zona rural de Planaltina, no Distrito Federal, nessa sexta-feira (18). O suposto autor tem passagens por outros crimes e chegou a ficar preso neste ano justamente por ter ameaçado a vítima.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem teria matado a adolescente de 17 anos a facadas na residência dela, quando a garota saía do banho, na terça-feira (15). A motivação do crime seria o fim do relacionamento amoroso entre os dois. O crime foi presenciado pela própria mãe da garota.

A polícia iniciou diligências para localização do homem e, em menos de 72 horas, conseguiu encontrá-lo em Planaltina, após apoio da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

"Desde o registro do fato, equipes da Polícia Civil estão trabalhando de forma ininterrupta na coleta de elementos probatórios para apuração da autoria e circunstâncias do crime, o que possibilitou a celeridade na representação por prisão do principal suspeito, bem como a expedição do mandado de prisão e, finalmente, na captura do indivíduo", informou Gustavo Henrique Ferraz Silva Lopes, delegado que coordena as investigações.

Com antecedentes criminais por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, o homem chegou a ser preso em flagrante, em fevereiro deste ano, por ter ameaçado a namorada de morte, ocasião em que ficou recolhido no sistema prisional por três meses.

Leia mais:
Zema lamenta marca de 500 mil mortes por Covid no Brasil e pede que população se vacine
Assembleia de Minas decreta luto de três dias em razão das 500 mil mortos por Covid-19 no Brasil
Mães com crianças de até 6 meses poderão ser vacinadas contra a Covid-19 em Minas após deliberação