A Polícia Civil apura um caso de maus tratos contra animais em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O episódio ganhou repecurssão nas redes sociais, após os autores, dois jovens, divulgarem um vídeo arremessando um gato a uma grande distância.
 
O caso foi denunciado pela Sociedade Galdina Protetora dos Animais e da Natureza de Caeté (SGPAN). No vídeo, um jovem diz que a atitude é para pessoas que não gostam de gatos e depois de lançar o animal, ainda diz: “morreu”.
 
O jovem, Y.S., de 19 anos, seria morador do bairro São Geraldo. A Polícia Civil identificou ele e também a pessoa que gravou a cena. Eles poderão ser penalizados entre três meses a um ano de prisão, além do pagamento de multa.
 
O vídeo causou revolta entre os voluntários da ONG e em muitas pessoas que o receberam pelo whatsapp. “Não podemos admitir uma coisa dessas, é um absurdo. Se a pessoa não gosta de animais, basta não mexer e deixá-los em paz. Pessoas que fazem este tipo de agressão com animais têm grandes possibilidades de agredir humanos”, salientou Marilian Sena, presidente da SGPAN.

Veja o vídeo: