A Vale confirmou ciência sobre decisão liminar da 2ª Vara Cível de Nova Lima, na Grande BH, que determina bloqueio de recursos no valor de R$ 1 bilhão para garantia de ressarcimento de custos à comunidade evacuada em fevereiro, em São Sebastião das Águas Claras (Macacos), no município citado. A empresa, no entanto, afirmou não ter sido formalmente notificada. 

Além do bloqueio de recursos, a mineradora também deverá custear acolhimento, abrigamento, manutenção e alimentação da população evacuada. Outras medidas, que visam garantir assistência à coletividade afetada, também estão previstas. 

O bloqueio foi ajuizado pela Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais e pelo Ministério Público de Minas Gerais. 

Em nota, a Vale afirmou que adotará as medidas cabíveis no prazo legal.

Leia mais:
Vale irá evacuar vizinhos de cinco barragens em Nova Lima e Ouro Preto