A Justiça ouviu testemunhas e 29 acusados de envolvimento numa disputa pelo controle do tráfico de drogas na Vila Cemig, na região Oeste de Belo Horizonte. A juíza da 2ª Vara de Tóxicos, Andréa de Miranda Costa, encerrou na sexta-feira (23) o procedimento de coleta dos depoimentos sobre o caso. Outros dois suspeitos estão foragidos e, por isso, serão julgados à revelia.

De acordo com o Fórum Lafayette, as investigações da 2ª Delegacia de Polícia Civil do Barreiro apontaram que duas facções rivais – Unidos da Faisão (UF) e a Demônios da Vila Cemig (DVC) – estavam impondo o terror entre os moradores e cometendo diversos outros delitos, com a intenção de eliminar integrantes do grupo rival e controlar o tráfico de drogas na região.

Dos 29 acusados interrogados, quatro respondem em liberdade, entre eles 3 mulheres com filhos menores de 12 anos. Para os outros 25, a juíza decretou a prisão preventiva.

A juíza determinou a abertura de prazo para as alegações finais do Ministério Público e dos advogados e defensores públicos dos réus. A sentença deve ser proferida ainda neste semestre.

Fonte: TJMG