O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), prometeu que vai analisar novo pedido de flexibilização do comércio, pleiteado pelo Sindicato de Lojistas (Sindilojas-BH) nesta segunda-feira (28). A intenção é que os estabelecimentos possam funcionar também aos domingos a partir de julho.

Após conversa com o representante da categoria, Nadim Donato, o chefe do Executivo municipal prometeu analisar as possibilidades o mais breve possível. Além disso, ele disse acreditar que a resposta será positiva.

“Será estudado com muito carinho. Acho que está na hroa da gente ajudar um pouco esse povo que foi tão sacrificado e que o prefeito tem a plena consciência de tudo que vocês passaram”, disse Kalil.

Atualmente, bares e restaurantes de BH podem funcionar todos os dias, das 11h às 22h. A mudança no horário do expediente foi decretada no início de junho. 

Já o comércio varejista considerado não essencial só pode abrir as portas de segunda a sábado, entre 9h e 20h.

Leia mais:

Minas prevê a chegada de mais 6,5 milhões de doses de vacinas contra Covid entre agosto e setembro
BH inicia aplicação de vacinas da Janssen em moradores de rua