Os leilões para concessão das rodovias BR-381, entre Belo Horizonte e Governador Valadares, e BR-040, entre Juiz de Fora e Petrópolis (RJ), devem acontecer no primeiro semestre do ano que vem, afirmou o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Segundo ele, a pasta vem preparando um pacote com várias licitações para estradas brasileiras e 22 aeroportos do país. O trecho da BR-116 que passa por Minas Gerais também deve entrar no pacote.

O ministro adiantou ainda que o Tribunal de Contas da União (TCU) deve terminar em breve a análise sobre a licitação da BR-364/365, na ligação entre a cidade goiana de Jataí e Uberlândia, no Triângulo Mineiro. A expectativa, comentou, é que este seja um dos próximos leilões, ao lado do terminal de contêineres de Suape (PE), que também está perto de ter sua avaliação pelo TCU concluído, para que então possa ser publicado o edital.

Portos

O leilão de arrendamentos portuários realizado na última sexta-feira (5) encerra uma primeira fase de concessões de ativos de infraestrutura para a iniciativa privada. Concessões aeroportuárias, portuárias e ferroviárias foram licitadas, atraindo investidores privados para operar esses ativos por 15 a 30 anos.

O ministro refuta a ideia de que haja um movimento de transferência dos ativos para a iniciativa privada. "Estamos caminhando bem naquilo que está planejado pelo Ministério de Infraestrutura em termos de parcerias com investidores privados. Seguindo rigorosamente, de forma ortodoxa, o plano que foi traçado no que diz respeito a esse pilar, que é a transferência de ativo para a iniciativa privada", disse a jornalistas, após o certame. Ele citou iniciativas como o lançamento de chamada pública para novos estudos de concessões em aeroportos, já realizada, e disse que o governo está na fase final de estudos de algumas rodovias.

O ministro citou ainda que os leilões de arrendamentos portuários em Santos e Paranaguá devem ocorrer este ano. O secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni, comentou que estão em vias de serem publicados os editais de um terminal de fertilizantes em sal (republicação) e de granéis líquidos, vocacionado para combustíveis e químicos, em Santos, e um terminal de celulose no Porto de Paranaguá, para o qual também já houve uma tentativa de licitação anterior.

(*Com Estadão Conteúdo)

Leia mais:
Famílias que viviam às margens do Anel Rodoviário e da BR-381 vão receber casas em BH nesta semana
Acidente com ônibus de turismo na BR-381 deixa 22 feridos; 9 vão para hospital
Cinco pessoas ficam feridas após colisão entre três veículos na BR-381