Leituristas da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) de Ubá, na Zona da Mata, além de registrar consumo de água em imóveis, também vão distribuir informativos da campanha "10 minutos contra a Dengue", em um ação que ajuda a alertar a popilação sobre a importância de eliminar os focos do mosquito Aedes Aegypti.

Até o momento, em 2016, o único caso de microcefalia confirmada por zika vírus, é na cidade de Ubá. A campanha foi lançada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES), em parceira com o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Instituto Oswaldo Cruz.

No informativo o morador de Ubá encontrará explicações a respeito dos sintomas de cada uma das doenças, além de medidas praticadas no combate ao agente transmissor, como vedar totalmente a caixa d’água para evitar a entrada e a saída do mosquito e limpar as calhas, evitando que folhas e sujeiras acumulem água.

Cada leiturista da Copasa percorre, em média, 13 quilômetros por dia e visita cerca de 300 casas.

Contas de água da Copasa alertam contra Dengue

A Copasa irá reforçar também em suas contas de água e esgoto, que são entregues mensalmente em 5 milhões de imóveis em Minas Gerais, o combate ao mosquito Aedes aegypti.

No site institucional e em suas páginas oficiais no Facebook e no Twitter, a empresa disse que irá divulgar as orientações da secretaria de saúde.