As linhas do MOVE vão ser reforçadas a partir desta sexta-feira (11), por causa do aumento da tarifa do metrô. Segundo a BHTrans, como todas as linhas do sistema municipal têm a tarifa de integração com o metrô, o usuário que utiliza os dois serviços vai pagar o reajuste do metrô também na tarifa de integração.

Veja como ficam as tarifas de integração:

Integração nos terminais Vilarinho, São Gabriel e José Cândido

Até essa quinta-feira (10), ao utilizar uma linha de ônibus com tarifa de R$ 4,05 e o metrô de R$ 1,80, o usuário pagava R$ 2,60 pelo ônibus e R$ 1,45 pelo metrô, totalizando R$ 4,05. Com o reajuste desta sexta-feira, 11/5, o usuário continua pagando R$ 2,60 no ônibus, mas vai passar a pagar R$ 2,90 pelo metrô, totalizando uma tarifa integrada no valor de R$ 5,50.

Antes
R$ 4,05 + R$ 1,80 = R$ 4,05 (R$ 2,60 no ônibus e R$ 1,45 no metrô)

A partir de 11 de maio
R$ 4,05 + R$ 3,40 = R$ 5,50 (R$ 2,60 no ônibus e R$ 2,90 no metrô)

Integração com linhas de R$ 2,85 fora das estações

Até essa quinta-feira (10) ao utilizar a linha de ônibus de R$ 2,85 e também o metrô de R$ 1,80 o usuário pagava uma tarifa integrada de R$ 3,75, sendo R$ 2,30 no ônibus e R$ 1,45 no metrô. A partir de 11/5, o usuário vai pagar R$ 2,30 no ônibus e R$ 2,90 no metrô, e tarifa integrada vai a R$ 5,20.

Antes

R$ 2,85 + R$ 1,80 = R$ 3,75 (R$ 2,30 no ônibus e R$ 1,45 no metrô)

A partir de 11 de maio

R$ 2,85 + R$ 3,40 = R$ 5,20 (R$ 2,30 no ônibus e R$ 2,90 no metrô)

Integração com linhas de R$ 4,05 fora das estações

O usuário que pagava uma tarifa integrada de R$ 4,95, sendo R$ 3,50 no ônibus e R$ 1,45 no metrô, vai pagar uma tarifa integrada de R$ 6,40, sendo R$ 3,50 no ônibus e R$ 2,90 no metrô.

Antes

R$ 4,05 + R$ 1,80 = R$ 4,95 (R$ 3,50 no ônibus e R$ 1,45 no metrô)

A partir de 11 de maio

R$ 4,05 + R$ 3,40 = R$ 6,40 (R$ 3,50 no ônibus e R$ 2,90 no metrô)

Leia mais:
Ministério Público Estadual pode tentar liminar para barrar alta do metrô em BH
Movimento tarifa zero protesta e distribui bilhetes de graça do metrô